quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

ansia do ser

Não gosto mais de tantas coisas
perdi a sensibilidade
não sinto perfume de flores
não sinto gosto na comida
nem mais medo do escuro
agora o escuro é só ausência de luz
me acostumei a isto...
Mas ainda gosto de olhar meus filhos
através da janela embaçada
que há meses não limpo.
Mas eu gosto de ouvir a gargalhada deles
pulando sobre o sofá velho que não posso trocar.
Mas eu ainda gosto de brigar com eles pra entrarem no banho,
mesmo sabendo que vou ter que brigar para saírem de lá.
Gosto quando eles dormem e eu vou segurar a mãozinha adormecida
para tentar saber se ainda posso sentir algo neste coração embrutecido.
Não sei se tenho cura
mas se houver alguma cura
é só por eles que eu vou buscar...

Nenhum comentário: