quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

MELANCOLIA

Sinto meu pulso parar:
calem-me as canções que falam de amor;
calem-se todas as histórias felizes;
apaguem os filmes românticos.
Quero o silêncio de minha solidão martelando sobre mim.
Quero a dor, a angústia...
Quero ouvir o conta gota da tristeza caindo lentamente.
Quero que a explosão deste desespero
retumbe por todo o dia em minha alma vazia.
Eu preciso ser assim...

Nenhum comentário: