quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Fomes



Alimenta em mim a fome que tenho de ti. 
Sagrado deleite de minha convulsão e do meu extase.
Somos eterea confusão de medos desejos e sonhos subjulgados pela cruel realidade.
Ainda assim, amamos.

Angel

Nenhum comentário: