sexta-feira, 21 de abril de 2017

Lilith

tua deusa,
 Lilith!
caída e suja
sou a profanação
a poesia sem rima
a inspiração que
rouba teu sono
que te atormenta
Sou teu ódio gritando
sou a lágrima que te torna.humano.

angel

Nenhum comentário: