quinta-feira, 6 de abril de 2017

Noite




Se a noite cair que seja leve como são as folhas que caem no outono.
Se a noite cair que não seja breve, pois preciso sonhar tantos sonhos.
Que caia a noite, ausência da luz natural e prosperem postes pirilampos.
Pois que estou cansada de ver e enxergar a rotina dos dias.
Quero contar as estrelas no céu e não os calos em minhas mãos.
A noite véu a cobrir os meus olhos com seu doce manto de sedução.
Eu, noite. Eu, enluarada.
Caia a noite sobre a minha alma vadia e inunda de amores a minha poesia.

Angel.

Nenhum comentário: