sexta-feira, 21 de abril de 2017

Perséfone

fui arrancada ainda feto de um ventre e jogada aos lobos pra satisfazer-lhes.
filha da chuva e dos trovões, carrego a fúria do vento em meus quatro corações.
domei os lobos e, hoje, sou selvagem.
farejo a tempestade que se aproxima e me preparo, mas não espere que eu me fragmente, sou inteira
não espere que eu me esconda, 
sou verdadeira.
minha fé são estes pés ora em olímpo   ora em hades

angel

Nenhum comentário: