quinta-feira, 4 de maio de 2017

Assim



Entre assim e assado, 
eu lhe amo.
Não posso dizer 
que aprendi  este amor, 
mas que lembrei dele, 
porque ele já existia.

Ele, esse amor, faz parte de mim,
 como se fosse eu mesma.
Há, nessa nossa distância, 
uma falta de sentido absurda, 
que me entristece intensamente.

Se pudesse eu estar ao seu lado,
 iriamos junto regar o boldo
 que você plantou, mas que confidenciou
deixar a chuva molhar por preguiça.
E, juntos, nos surpreenderíamos 
ao vê-lo Florar...

Se pudesse estar ao seu lado
Deitaria em seu colo e 
Ouviria suas histórias
Até adormecer
Talvez, na madrugada,
Acordassemos nos procurando 
um ao outro, e nos amassemos
Até o amanhecer...

Angel...

Nenhum comentário: