sexta-feira, 19 de maio de 2017

internet

A personagem navega na rede,
prepara o bote. Esmaga e engole.
Não é Eva, culpada.
Não é Madalena, arrependida.
Não é Maria, imaculada.
É Lilith, a liberta.

Angel.

Nenhum comentário: