quinta-feira, 4 de maio de 2017

jaci



Desafio das lendas:

Jaci luzia na noite
da aldeia onde
Naiá ouvia de Pajé
desde curumim
que tocando Jaci
brilharia como ela..

As Cunhãs desejosas
procuravam enfeitar-se
com penas nos cabelos
e pintura de urucun no rosto
buscavam o amor da lua
almejando tornarem-se estrelas.

Naquela noite escura
Jaci luzia inteira
parecia ter o tamanho do céu
Despertando desejos e ardores

Seu brilho seduzia a jovem Naia
que subia em árvores e montes
tentando o amor alcançar
Toda a tribo dormia, mas
a índia não desistia e, sozinha,
pela floresta seguia.

Naiá num descampado chegou
e ouviu o rio chorando
foi espiar e surpresa viu
refletido nas águas
O brilho de sua amada.

Sem pensar duas vezes
Mergulhou naquelas águas
Mas por mais que nadasse,
que o amor nunca alcançasse
Naiá não desistia.

Assim seu corpo boiou
no rio, como boia a lua no céu
Contam que a lua chorou
E por amor transformou
Naiá numa estrela do rio

Nas noites quando Jaci brilha
Naiá se abre em flor
exalando o suave perfume
do seu amor.

Angel

Lenda: vitória régia

Nenhum comentário: