sábado, 14 de janeiro de 2017

Gata



A tarde se espreguiça
- gata manhosa que é -
Enquanto balbucio saudades
De ser tua em um canto qualquer.

Angel.


Versográfia



Meus traços
Meus versos
Bordados
De meu eu

Minha arte
Confesso
Retalhos
Do que era meu

Meus sonhos
Professo
Restos são
Dos sonhos teus

Angel.

A dança do poema



Na ponta dos pés
Dedilho
Versos que perdi
Eu teus caminhos 
suavemente profanos...

Angel

Loba




Se você quer uma  menininha
Cuja maior rebeldia é usar um boné
Sinto muito...

Nunca fui
A menina
De alguém

Desde criança
Fui obrigada
a ser a loba
Solitária que
caça sozinha

Predadora 
Quebrei tabus
Sobrevivendo
A dores 
intradúziveis
Incuráveis

Olham-me De longe
E se admiram
Me lêem, mas 
Não leram tudo que li.
Me lêem, mas
Não sabem o que vivi

Mesmo assim, me dizem
"Li você e você leu minha alma"
Esse é meu dom. 
Esta é minha Arte.

Sou plena e intensa
Meu olhar é de caçadora
Minha alma selvagem
Não há limites
Que eu não ouse
 ultrapassar
....

Angel.