domingo, 12 de março de 2017

Ente

O poeta é o ente que
 pertence a dois mundos; 
o visível e o invisivel
 é o que trafega entre 
a dor e o prazer extremos
Não cabe no poeta ser raso
Cabe a ele ser a lança 
que transpassa o peito
para expor as feridas que temos
Não cabe a poesia curar feridas. 
O leitor as descobre em seu peito 
quando lê e , a partir daí,
 pode escolher curar-se..